Genomic Day 2018: pesquisadores e estudantes discutem genômica

fotoescola

Pesquisadores da área de genômica e estudantes de ensino médio se encontraram, no dia 5 de outubro, em escolas públicas de várias cidades onde há unidades da Fiocruz para participar do Genomic Day. O evento teve por objetivo apresentar aos alunos do ensino médio esse importante segmento da Biomedicina, mostrando os avanços ocorridos e as diferentes possibilidades que o ramo oferece. Em Belo Horizonte, o Genomic Day 2018 aconteceu na Escola Estadual Flávio dos Santos, onde foram ministradas duas palestras:

7h50 – Epigenética e neurodegeneração nas infecções do sistema nervoso central – Roney Coimbra, pesquisador da Fiocruz Minas;

8h40 – A genética do alcoolismo: o que sabemos e como estudamos – Ana Lúcia Brunialti Goddard, professora e pesquisadora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Usando uma linguagem simples e didática, os pesquisadores abordaram o uso da genômica na pesquisa de Neurociências. As apresentações tiveram cerca de 50 minutos e, ao final de cada uma delas, a plateia pôde interagir com os palestrantes, fazendo perguntas e esclarecendo dúvidas. A ideia é promover uma aproximação com o público jovem, mostrando que a genômica é algo que faz parte do dia-a-dia e que tem gente, bem perto deles, trabalhando nesse ramo da ciência.

O Genomic Day é uma iniciativa do Laboratório de Biologia Computacional e Sistemas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz RJ), que integra o Programa ‘IOC+Escolas’, visando ampliar as ações de divulgação científica junto a escolas do ensino fundamental e médio.  Em Belo Horizonte, as atividades são coordenadas pelo pesquisador Roney Coimbra, do Grupo de Imunopatologia da Fiocruz Minas.