Maria Regina Torres

Regina

Maria Regina Torres. Foto: Cl√°udia Gersen ‚Äď Fiocruz Minas

 

 

 

 

A trajet√≥ria de Maria Regina Torres no Instituto Ren√© Rachou foi marcada pela sua capacidade de escuta e empatia no exerc√≠cio da profiss√£o. Nascida em Caet√©, Minas Gerais, iniciou sua carreira no IRR em 1996, ingressando na institui√ß√£o por meio de concurso p√ļblico.

Seu primeiro cargo foi como funcionária administrativa, atendendo aos Laboratórios de Química de Produtos Naturais, Epidemiologia e Antropologia Médica. Ela exercia atividades de secretariado, auxiliando os pesquisadores em diversas tarefas, como na inserção de dados dos questionários do Projeto Bambuí, dedicado a investigar a temática do envelhecimento. Regina permaneceu nessa função até 2002, quando foi transferida para a Secretaria Geral, sendo responsável por implantar medidas de reestruturação no setor. Ao mesmo tempo, atuou na organização da Secretaria Acadêmica da Pós-graduação, com a pesquisadora Virgínia Schall.

Entre 2005 e 2007 atuou no Servi√ßo de Administra√ß√£o de Materiais, realizando licita√ß√Ķes. Esse per√≠odo foi dif√≠cil para a funcion√°ria, pois ela n√£o tinha afinidade com o tipo de trabalho desenvolvido. Foi ent√£o que apareceu a oportunidade de atuar no setor de Recursos Humanos, √°rea em que se encontrou profissionalmente, e onde permaneceu at√© se aposentar. Entusiasmada com o novo desafio, Regina iniciou o curso de Gest√£o Estrat√©gica de Pessoas pela Universidade do Norte do Paran√°, formando-se no ano de 2009. Com a nova qualifica√ß√£o ela trabalhou na melhoria da estrutura da √°rea, que era prec√°ria, e dos servi√ßos prestados. Ela testemunhou o crescimento do setor, que passou a assumir a gest√£o de diversos v√≠nculos, como bolsistas, pesquisadores visitantes e terceirizados. Al√©m disso, com a moderniza√ß√£o do servi√ßo p√ļblico, muitas a√ß√Ķes migraram para sistemas web, exigindo constante aprendizado da equipe para dominar as novas plataformas.

Atenta √† sa√ļde mental dos servidores, Regina buscou parceria com o CEFET-MG, no programa Subsistema Integrado de Aten√ß√£o √† Sa√ļde do¬†Servidor (SIASS), para atender funcion√°rios do IRR que precisassem de assist√™ncia. No ano de 2014, Regina realizou o curso on-line do Programa de Prepara√ß√£o para a Aposentadoria (PPA), voltado para servidores p√ļblicos. Como trabalho final do curso ela elaborou um plano similar a esse programa, para aplica√ß√£o no IRR. No mesmo per√≠odo, a Fiocruz tomou medidas para incrementar projeto interno de prepara√ß√£o dos funcion√°rios para a aposentadoria. Regina teve papel fundamental nessa reestrutura√ß√£o, realizando entrevistas com os servidores, trabalho delicado, que exigia discri√ß√£o e confian√ßa, j√° que lidava com quest√Ķes pessoais. Com base nessas entrevistas, ela montou um programa voltado para as necessidades dos servidores do IRR, alicer√ßado na escuta dos funcion√°rios. O projeto foi um sucesso, marcando a trajet√≥ria de Regina como um dos momentos mais gratificantes de sua carreira.

O √ļltimo grande projeto da funcion√°ria no IRR, antes de se aposentar, foi a organiza√ß√£o de um Banco de Dados dos servidores. N√£o existiam dados confi√°veis sobre a for√ßa de trabalho da institui√ß√£o, mas com a cria√ß√£o da intranet, Regina percebeu ali uma oportunidade para coleta de informa√ß√Ķes e atualiza√ß√£o de mudan√ßas funcionais. Os funcion√°rios inativos tamb√©m foram contemplados, pois Regina analisou todos os dossi√™s que puderam ser localizados, resgatando dados dispon√≠veis. Hoje, esse material subsidia pesquisas do Projeto Mem√≥ria da Fiocruz Minas.

No aspecto pessoal, Regina lutou para conciliar o trabalho com as demandas domésticas. Nem sempre foi fácil, principalmente em momentos de adoecimento dos filhas, mas ela procurou passar para a família o aspecto positivo de sua atuação como mulher trabalhadora, capaz de prover oportunidades e necessidades materiais para os seus.

Ao narrar suas experi√™ncias no IRR, Regina demonstra entusiasmo e alegria. Ela recorda com carinho das festas, conversas e conviv√™ncia amistosa com colegas. Por ser uma pessoa que valoriza a presen√ßa f√≠sica como forma de intera√ß√£o, Regina sentiu o impacto do teletrabalho ao longo da pandemia de Covid-19, decidindo pela aposentadoria no ano de 2020. Infelizmente, devido √† necessidade de isolamento coletivo, ela n√£o p√īde se despedir pessoalmente dos colegas, o que causou grande tristeza para ela. Como forma de mitigar a situa√ß√£o, Regina escreveu um e-mail de despedida e agradecimento para cada funcion√°rio do IRR, recebendo respostas carinhosas, que ela guarda at√© hoje.

Regina se emociona ao falar do seu trabalho na Fiocruz Minas, e da saudade positiva que sente de toda essa vivência. Para ela, o trabalho realizado na área de Recursos Humanos foi muito mais do que uma atividade cotidiana, tratava-se do exercício de uma função social, voltada para o cuidado das pessoas.

 

 

 

Texto: Natascha Ostos e Cl√°udia Gersen

Apoio:

РDireção IRR

– Projeto Fiocruz Minas, patrim√īnio do Brasil: Hist√≥ria, mem√≥ria, ci√™ncia e comunidade

Agradecimentos: Maria Regina Torres, pela entrevista concedida no dia 14/02/2023.